Imprimir

Imprimir Notícia

04/01/2022 - 12:25

Em protesto, pecuaristas fazem churrasco na frente do Bradesco

Pecuaristas de Mato Grosso relizaram churrascos em frente a agências do Bradesco nesta segunda-feira (3) em protesto contra uma peça publicitária divulgada pelo banco que incentiva o não consumo de carne.

Na Capital, o ato foi realizado em frente à agência da Rua Barão de Melgaço, no Centro.

Além de pecuaristas, participaram ainda políticos e representantes de entidades ligadas ao campo. 

"Nós temos o maior rebanho bovino do País e uma responsabilidade enorme de alimentar o planeta. Por isso não podemos admitir ações que denigram o trabalho da pecuária brasileira", disse o deputado estadual Gilberto Cattani.

Conforme apurou a reportagem, também houve manifestações em Cáceres, Barra do Garças e Rondonópolis. 

Na agência da Barão, os manifestantes instalaram tendas, churrasqueiras, carros de som e faixas com os dizeres "Segunda com carne".

O vídeo

O vídeo vinculado ao aplicativo do banco trazia três influenciadoras que diziam que uma das atitudes para diminuir a emissão de gases do efeito estufa era por meio da redução do consumo de carne. 

"A criação de gado contribui para a emissão dos gases de efeito estufa. Então, que tal se a gente reduzir o nosso consumo de carne e escolher um prato vegetariano na segunda-feira?", diz uma remetente à campanha mundialmente conhecida como Segunda Sem Carne. 

Logo em seguida, setores do agronegócio se posicionaram contra o banco dizendo que a produção do agronegócio brasileiro é sustentável.

"O produtor rural não precisa de mais inimigos ocultos. Acreditamos no trabalho sério e nos nossos verdadeiros parceiros", disse o presidente da Acrimat, Oswaldo Pereira, em nota

O presidente da Estância Bahia Leilões, Maurício Cardoso Tonhá, afirmou que retirou da instituição 100% das movimentações financeiras. "Em respeito a Pecuária Brasileira reforçamos a indignação ao ato de contra o ataque desnecessário que trabalha contra o setor que alimenta o mundo e movimenta a economia brasileira", completou. 

Banco se posiciona

O vídeo foi retirado do ar ainda em 23 de dezembro. O banco Bradesco publicou uma carta aberta direcionada ao setor. 

"Nos últimos dias lamentavelmente vimos uma posição descabida de influenciadores digitais em relação ao consumo de carne bovina, associadas à nossa marca", diz a carta.

"O Bradesco acredita e promove direta e indiretamente a pecuária brasileira e por conseguinte o consumo de carne bovina", completa.
 
 Imprimir